Projeto fotográfico – dê os primeiros passos – parte 1 | #Introdução

#projetofotográfico

Vamos definir e pensar um projeto fotográfico?  

De certa forma, um projeto fotográfico pode ser qualquer proposta fotográfica que esteja dentro de algo planejado ou específico que você almeja alcançar. Num sentido mais didático, um projeto fotográfico é um corpo de trabalho temático, autoral, que versa com certo aprofundamento por meio de pesquisa e detalhamento no sentido estético e conceitual.

Outra questão a ser ponderada é: Por que ter um projeto fotográfico? Posso dizer que se tornou algo inerente a caminhada de todo fotógrafo que é engajado com sua fotografia como expressão pessoal. Afinal, na época em que tudo é mediado por imagens (em questão de segundos se diluem nas timelines e feeds das redes sociais), há uma necessidade de pensar e criar algo que não se dilua – ou pelo menos tenha a força para reter a atenção de alguém. E isso não é só pela estética, mas pelo poder e teor de narrativas criativas e envolventes.

#deosprimeirospassos

O que você deve levar em consideração:

• Primeiramente pense a razão e motivos para ter um projeto. Pergunta óbvia, mas é uma forma mental de desenhar o objetivo geral e manter o foco;

• Um projeto é permeado por algumas fases que devem ter começo, meio e fim;

• Considere dentro disso a escolha do tema, o conceito, o contexto, a linguagem, os objetivos;

• Do ordinário ao extraordinário – um tema não precisa ser algo complexo;

• Pesquisa e conceituação são fundamentais para solidificarem a proposta temática;

• Defina o formato: projeto de curto, médio ou longo prazo;

• Pense o estilo e linguagem

• Objetive uma entrega final – um produto para ser materializado e consumido;

• Elabore uma proposta de planejamento – cronograma, escopo, etapas, execução, distribuição etc.


#INSIGHT
Projeto fotográfico: da Idealização à Materialização

Vale lembrar que um projeto fotográfico é um caminho repleto de possibilidades e desafios. Justamente, por isso, defendo a adoção de um planejamento mínimo para garantir a execução e uma entrega final. Ou seja, transformar o que você tem em mente em algo concreto como um livro, uma exposição, uma palestra, uma publicação dirigida, multimídia ou mesmo dar um upgrade no portfólio.

No que tange projeto fotográfico eu sigo uma linha condutora dividida em quatro etapas: 1 – Idealização, 2 – Execução, 3 – Materialização, 4 – Divulgação (Publicização) e 5 – Avaliação.

Trata-se de um conceito personalizado, com um roteiro ágil e simples que abrange pensar as especificidades de cada fase, compreendendo o planejamento (escolha do tema, pesquisa, conceituação, formatos), a execução (desafios de ir a campo, imprevistos, adaptações), a produção e, especialmente, uma entrega final (um produto). Uma maneira sistematizada (não engessada) de fazer a coisa toda sair do papel. Sendo assim, convido você a pensar uma proposta e desenvolver um método para começar a tirar o seu projeto do plano das ideias.

No próximo tópico diálogo com você sobre essa coisa da “Idealização” e de onde você pode extrair ideias para dar os primeiros passos para desenvolver um projeto fotográfico do zero ou dar continuidade ao que você já começou.   

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s