Esgote os ismos… | #aspas

Por volta de 1883, eu tinha esgotado o Impressionismo e finalmente chegado à conclusão de que não sabia pintar nem desenhar. – Pierre-Auguste Renoir

Por muitos anos fui muito fixo, muito rígido e botava fé em poucas formas de expressão. Tal como a pessoa que acredita que seu “ismo” é a verdade absoluta. Quando chegámos a esse ponto, sobra pouco espaço para o espírito criativo, inovador e para o maravilhamento.

E quero um caminho ainda mais flexível. Acredito que há várias formas de expressão e, talvez, com um pouco de esforço, todas convergem para um forma maior de expressão. No mais, a realidade já não mais me satisfaz diante de tanto que se há para dizer, para expressar.

Logo, como Renoir, posso dizer que esgotei alguns “ismos”. Estou aberto a novas propostas.

 Frase citada em Wikipédia com hiperlink para FEIST, Peter H. Taschen, ed. Auguste Renoir. 1990. Alemanha: [s.n.]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s