Do Arquivo | O valor das coisas singelas

Toda as vezes que viajo a minha cidade natal, preocupo-me em fotografar o que ainda não mudou. Em Presidente Prudente, no interior paulista, o que já foi campo, pasto, vai sendo tomado por prédios, condôminios, casas, empreendimentos. É a inexorável ação do tempo e da modernidade. Contudo, há coisas que não podem ser mudadas. Continuam ali desde a minha infância.

Há coisas, situações, vivências que a gente só dá importância anos depois (ou quando perde). Falo daquelas singelas, mais triviais, como esse nascer do sol, ou ainda como o cheiro da chuva, a conversa com gente do campo que puxa o “erre”, que “fala nois vai”, que abre a porta de casa como se já te conhecesse há tempos. De repente, porque hoje moro numa cidade mais cinza, mais temperamental no clima. Ou também pode ser coisa da idade, do modo de ver o mundo, de saber que o bom é o retorno ao simples. Dessa forma, toda vez que viajo para lá, surpreendo-me com esse começar de dia. E como hoje sei que isso é importante – não no sentido objetivo, mas pela lembrança dos tempos que eu brincava por essa região – acordei cedo é fui lá registrar. Tem de ser bem cedo, pois ele não espera. Sai, majestosamente, astro rei, empurrando a noite para os confins

Pôr do sol, nascer, e afins, vão para a primorosa categorias dos maiores clichês da imagem e fotografia. Mas, ainda assim, a beleza e grandeza da natureza nos fascina. É belo e nos coloca no lugar – não de seres dominantes, mas de algo pequeno diante da imensidão. Às vezes, sinto isso também quando estou no mar.

Certamente algo meio contemplativo da natureza, alinhado ao sentimentalismo nostálgico (por ser minha terra natal). E aqui é que temos uma coisa interessante, pois o que vale como uma das funções da fotografia é justamente isso, ou seja, clichê ou não, ela pode suscistar sentimentos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s