Comece algo

Tenho alguns processos ou, digamos, métodos de trabalho, de ação; aqueles padrões – sugestionados ou intrínsecos –, que vão evoluíndo ao longo dos anos. E, sempre que negligencio esses parametros, não sigo bem. Tem muito a ver comigo e hoje entendo mais sobre isso.

Fundamenta-se basicamente em duas filosofias bem simples. O primeiro é o fazer ou iniciar. Sempre acreditei no movimento. Algo correlato ao que li dias desses num texto de Seth Godin. Ele defende, faça, comece, inicie algo. Seja na fotografia, no trabalho, nos projetos, na vida pessoal, sei lá, em qualquer lugar em que você seja o protagonista. Se você for esperar ter dinheiro, incentivo, ou que o cosmos conspire a seu favor, você não começará nunca. Mas, isso você já sabe.

Acrescentei algo também a esse movimento. Siga o caminho direto, o mais simples. Cultivo um ditado: “Os outros caminham pelo arco, eu caminho pela corda”. Quando complico as coisas, elas acabam ficando estagnadas, paradas. Não fluem no ritmo certo. Ou seja, ferra o meu primeio modo, que é sempre estar em movimento. Então a minha meta de vida no momento é simplicar. Tão simples que pareça óbvio.

De repente, se você for uma pessoa com foco nos resultados vai erguer o dedinho e perguntar. Beleza meu amigo, e os resultados? Bem, os resultados surgem a cada novo fracasso. Sim, erros e acertos são inerentes ao movimento, ao processo. Não tenho nenhum problema com eles; aliás, adoro pois mostra que estou em movimento. Fiz milhares de fotos que foram um desperdício de obturador. Entrei em projetos furada, idem para trabalhos, fiz exposições que mais gastei do que vendi fotos, publicações e assim por diante. Mas, hoje olho isso e elas são um conjunto. O resultado ao longo desse período. Óbvio, não? Tão óbvio e clichê quanto aquela frase atribuída a Thomas Edison. Mas, isso é assunto para outro post.

Concurso mundial Sony anuncia vencedores | #Concursos

A Sony World Photography Awards revelou neste último dia (15/04) os vencedores de seu prêmio 2021. Participaram fotógrafos de todo o mundo em 10 categorias. Destaque para o trabalho do fotodocumentarista Craig Easton, nomeado Fotógrafo do Ano. Easton, que é britânico, apresentou um série de retratos em preto e branco intitulada “Bank Top”. O trabalho […]

Deu ruim Jacaré…. Flagra de hoje | #SingleShot

[Contém ironia] – Flagrei hoje pela manhã um cidadão que acabou tendo efeitos colaterais. Após ler em grupos de WhatsZap sobre “evidências” e uma nova ordem de especialistas com discursos parecidos com grupos dos anos de 1800, acabou acreditando.

Viajando pelo mundo e de boa na Coreia do Norte | #Vídeo

Não sei se você conhece o canal “Mundo Sem Fim”, dos aventureiros Renan Greinert e Michele Matins – e também o “Mucuvinha”, mas fica aqui a sugestão. Aquela coisa, largaram tudo e foram viajar pelo mundo no melhor estilo gastando pouco, fazendo contato com a população dos locais que visitam para arrumar hospedagem e comida […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s