[atualizada] – A tristeza de ver tudo desmoronar

A vida anda complicada com essa coisa de pandemia. E fica ainda pior quando sua casa vem ao chão. Foi isso que ocorreu no bairro São Gabriel, em Colombo, região metropolitana de Curitiba. Um prédio com instalações comerciais – e também dois apartamentos residências anexo – desabou. Pelo menos cinco pessoas ficaram feridas – entre adultos e crianças. Todos foram encaminhados para hospitais da região.

Fui registrar esse acontecimento na manhã do sábado (4/7). Cheguei ao local e havia muita movimentação. Como é de praxe, a gente respeita o cordão de isolamento e faz o trabalho na medida das possibilidade. Sempre há um pouco de tensão quando esse tipo de coisa acontece devido ao fato de ter ocorrido uma tragédia. Ainda mais sabendo que tinha crianças envolvidas. 

Fiz o trabalho de registrar o cenário geral. E, enquanto aguardava para ouvir o posicionamento oficial – bombeiros, Polícia e Defesa Cívil –, encaminhei algumas imagens para a base do jornal para a publicação. A reportagem você pode conferir no site no jornal Bem Paraná 

Campanha para ajudar as meninas
Fui dar uma olhada nas fotos do colega Lineu Filho, no jornal Tribuna do Paraná, e descobri que há uma campanha de arrecadação de roupas e objetos pessoais organizada para ajudar as meninas que perderam tudo no desabamento. A ideia partiu de dois casais de vizinhos do local do desabamento e correu pelas redes sociais. Uma das organizadoras da campanha é a soldado da Polícia Militar (PM) Renatha Karolinne Pagliosa, 26 anos, da Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (ROTAM), do 22.º Batalhão da PM. As doações para a campanha podem ser feitas até a próxima sexta-feira (10).

Embora a meta seja arrecadar coisas para confortar as meninas, outros itens como cobertores, alimentos, roupas e calçados, também são mais que bem-vindos. Com isso, as doações também serão feitas para as outras famílias.

Os telefones para as doações são o (41) 99747-2016 (Renatha) e o (41) 98535-7169 (Priscila). E segundo, a matéria da Tribuna, caso não possa levar os artigos até Colombo – devido à pandemia Coronavírus – os organizadores da campanha pensarão numa maneira de recolher a doação. Borá ajudar. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s