Medidas para aliviar a crise. O fotógrafo como fica nessa?

Medidas estão sendo pensando e adotando medidas para aliviar o efeito econômico e seus impactos na população por causa do Coronavírus (Covid-19). Entre as medidas está a prorrogação do pagamento de tributos do Simples Nacional por seis meses. A medida também engloba os Microempreendedores Individuais (MEI) e congela o tributo (DAS).

A medida chega em boa hora, visto que uma parcela considerável (em forma de especulação) é formalizada no sistema MEI. Diante da falta de trabalhos e falta de rendimentos, a ação contribui para ajudar.

Outras iniciativas
A Adobe liberou dois meses de assinatura gratuita para ajudar o enfretamento da crise nos negócios da fotografia por causa da pandemia. Há todo um processo para poder usufruir do benefício. No Brasil, para quem tem o plano “normal” é necessário ligar no SAC da empresa e fazer o pedido.

Encarando o momento
Na realidade, nós fotógrafos (as), vamos ter de encarar o momento. Matar a coisa no peito como sempre foi. No total, o imposto DAS corresponde a uma amortização na ordem dos 350 reais. Ninguém sabe até quando vai durar essa pandemia. E depois de tudo, ainda tem o efeito rescaldo. No post anterior comento sobre a necessidade de bolar algo e alternativas para o período com a iniciativa online. Entre elas:

1 – iniciativas de aprimoramento
Bom momento para fazer cursos on line de aprimoração, participar de conferências, buscar conhecimento de área como administração, markentig, entre outras para gerir o negócio. O “ócio criativo” nunca foi tão válido nesse momento.

Cursos gratuítos ( e pagos ) estão disponíveis na rede. Ha muito material na rede.

Aproveite o tempo para ler um livro, ler blogues de fotógrafos e suas experiências, assista filmes, ouça podcasts. Como sugestão deixo os canais do Arquivo Raw e o Prova de Contato (Portugal).

2 – Iniciativas para rendimentos (online)
Anteriormente comentei acerca de como é possível buscar alternativas online para enfrentar esse momento crítico de pandemia e fim dos trabalhos. Iniciativas on-line são uma saída viável. Algo como “interação on-line remunerada”.Como isso pode ser feito?

Reforçando que esse é um momento de espírito colaborativo. Todo munto tem coisas importantíssimoas e mega essência pra pensar. Mas, um pouco de colaborativismo e união pode ajudar.
Serviços – Profissionais podem oferecer serviços especializados na parte de Educaçaõ, como cursos, palestras online, tutorias e até mesmo promover salas de bate papo fotografico. Isso pode ser organizado de forma individual ou mesmo por meio de parcerias e apoio de redes como associações, fotoclubes, etc.

Por meio de ferramentas de reuniões e vídeo como Zoom, Skype ou mesmo Hangout, você pode promever, por exemplo, uma leitura de porfólio, uma aula com dicas sobre pilotagem de drones (escolha do equipamento, compra ou mesmo falar sobre o modelo que está utilizando) ensinar e dar dicas da sua área.

Produtos – Boa parte dos fotógrafos dispõe  de produtos para vendas. Fotos e livros, por exemplo. Agora é a hora de fazer aquele saldão de fotos. Boa pedida para quem coleciona fotos e poderá adquiri por preços camaradas (lembrando que estamos em crise total). Então, você pode disponibilizar imagens para impressão ou mesmo distribuição do arquivo online para o cliente imprimir depois ou em casa. [Contar com a boa fé ou você não ter a preocupação de que aquela imagem poderá ser impressa diversas vezes. Logo, pense em imagens que você relamente deseja distribuir quase em sistema de liberação total de direitos ].

Ou você pode ajustar para entregar ou encaminhar a foto posteriormente. Isso também vale para livros e outros produtos.

Estou estudando uma ação nesse sentido. Pretendo disponibilizar 10 fotos e livros de um trabalho que fiz, com preço extremamente acessível voltado para ação colaborativa mesmo.

Vamos precisar de ajuda
Comentei que esse é um momento que, sim, vamos precisar de ajuda. Ainda mais quem depende exclusivamente de fotografia para viver – pagar suas contas. Logo, não tenha receio de pedir ou fazer algo. Estamos todos no mesma situação.

Colaboração, coleguismo e parcerias são bem-vindas em momentos como esse. Juntos podemos fazer mais, mesmo que seja em bolhas e microrredes (local e regional). Aproveita a sua e promova algo!

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s